24 de Abril : Dia da Conversão de Santo Agostinho.

“A família agostiniana celebra com solenidade no dia 24 de abril a festa da Conversão de Santo Agostinho, uma data com profundo sabor pascal que traça muito bem o processo vivido pelo santo: uma caminhada autenticamente pascal que culminaria com seu batismo na noite da Páscoa de 387, com a idade de 33 anos. O caminho percorrido pelo santo de Hipona até a fé católica foi longo, penoso e também tortuoso. Pode-se dizer, na verdade, de várias conversões de santo Agostino. Outra maneira de ver a conversão do Bispo de Hipona é considerá-la como uma só conversão, mas vivida em várias etapas bem diferenciadas”. (http://www.santarita-oar.org.br/index.php/santo-agostinho/conversao) Agostinho sentia se

Conheça o conteúdo do Módulo 2 do "WORKSHOP: A catequese em Santo Agostinho: Conhecendo o camin

Passados dez anos de sua ordenação sacerdotal, Santo Agostinho recebe um pedido de auxílio por parte do diácono cartaginês Deogratias, onde este, relatava suas dificuldades na prática catequética para não Cristãos. Em resposta, o bispo faz uma pequena mas apurada resenha sobre o modo de atrair e instruir os ouvintes na Palavra de Deus, partilhando a sua experiência que traduziu num conjunto de orientações essenciais à arte de catequizar, que hoje conhecemos como "De Catechizandis Rudibus" ou Primeira Catequese aos não Cristãos. Neste Módulo, Frei Tailer nos conduziu pelos principais aspectos do ensinamento catequético contidos nesta obra , demonstrando que as dificuldades à comunicaçã

A mulher e a superação da violência

Dom Pedro Brito Guimarães Arcebispo de Palmas – TO Certamente, por conta da passagem do Dia Internacional da Mulher, muito se falou, se discutiu e se comemorou, com as mulheres, sobre a sua importância no cenário e no berço da vida. Merecidamente, pois, a mulher está na origem da vida humana. Ela é a mãe, a existência e a essência da vida. Se a vida biologicamente tem uma origem, além de Deus, esta origem é a mulher. A palavra “mãe” está na raiz das palavras matriarca, matriz, maternidade, maternal e de muitas outras palavras decorrentes desta etimologia. O papa Francisco, na sua solicitude pastoral por nós todos, chega a dizer que “a mulher é a harmonia, é a poesia, é a beleza. Sem ela o mu

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Província  Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS