Cristãos leigos: sal da terra e luz do mundo

O documento nº 105 da CNBB, fruto da assembleia geral da CNBB de 2016, atualiza a reflexão teológica e pastoral sobre a vida e a missão dos cristãos leigos na Igreja e no mundo, tendo em vista os novos apelos que chegam da realidade eclesial e social, bem como as mais recentes diretrizes do Magistério eclesial, sobretudo do Papa Francisco. O subtítulo do texto – “sal da terra e luz do mundo”, tomado do Evangelho de São Mateus (cf. Mt 5, 13-14) – aponta para a dimensão missionária da vocação laical, que se realiza especialmente no mundo secular. Participando de todos os âmbitos da família, da vida social, do trabalho, do universo das realidades econômicas e das responsabilidades públicas, os

A Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro é o maior e mais importante edifício religioso do catolicismo e um dos locais cristãos mais visitados do mundo. Cobre uma área de 23 000 m² e pode albergar até 60 mil devotos. É o edifício com o interior mais proeminente do Vaticano, sendo a sua cúpula uma característica dominante do horizonte de Roma, adornado com 340 estátuas de santos, mártires e anjos. Situada na Praça de São Pedro, a sua construção recebeu contribuições de alguns dos maiores artistas da história da humanidade, tais como Bramante, Miguel Ângelo, Rafael e Bernini. Especificamente classificada pela UNESCO, catalogada e preservada como Patrimônio Mundial da Humanidade, a Basílica de São Pedro foi co

Os 320 anos da morte de padre Antônio Vieira, o imperador da Língua Portuguesa

Conhecido como o imperador da Língua Portuguesa – título dado pelo poeta e escritor Fernando Pessoa –, Padre Antônio Vieira é um dos personagens mais influentes do século XVII. No dia 18 de julho comemoram-se os 320 anos da sua morte. Nascido em Portugal em 1608, Vieira veio para o Brasil com a família quando tinha 7 anos. Seu pai foi funcionário do império português. Aos 15 anos, ingressou na Companhia de Jesus. Em 1634 já era sacerdote e começou a evangelizar e a escrever seus sermões. O religioso combateu incansavelmente a exploração dos povos indígenas no Brasil, defendeu a liberdade dos judeus, perseguidos na época pela Inquisição da Igreja Católica e a abolição da escravatura. Padr

Abertas inscrições para o Simpósio Mariológico Ecumênico, em Curitiba (PR)

No atual contexto da celebração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul e dos 500 anos da Reforma Protestante, a Comissão para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Comissão de Diálogo Bilateral Católico-Luterano, em parceria com o Núcleo Ecumênico e Inter-Religioso da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) promovem entre os dias 1 e 3 de setembro, em Curitiba (PR), o Simpósio Mariológico Ecumênico. Destinado a todos os envolvidos na causa ecumênica, a formação possibilitará o conhecimento e o aprofundamento no comentário de Martín Lutero sobre a obra Magnificat, na ótica católi

A cegueira dos sábios

Quem é muito focado em si mesmo não consegue enxergar as realidades sofridas da sociedade. A soberba e o individualismo sobem tanto na cabeça, que até provocam escândalos no exercício do poder e do dinheiro. Podemos até dizer de uma sabedoria “burra”, fadada a ser negociada pela justiça, porque a injustiça tem pernas curtas. Mais cedo ou mais tarde aparecem as consequências. O coração humano é um terreno fértil. É uma terra de onde brotam e crescem as práticas do bem e do mal. Ele é responsável pela execução dos diversos valores, para construir ou destruir a vida da sociedade. No coração das pessoas está implantada a sabedoria divina, a capacidade para colocar em prática a Palavra do Evangel

Viver o presente

O ano de 2017 está na metade. A sensação da maioria das pessoas é que o tempo está passando depressa. As expressões confirmam: já se foram seis meses, mais um ano de vida, ainda não consegui realizar ou não aconteceu o que tinha planejado. Enfim, cada pessoa tem sua vivência do tempo. A reflexão sobre o tempo questiona e ajuda a viver conscientemente. Onde ocupo o meu tempo? O que é importante? Do modo como vivi até aqui mudou ou acrescentou algo na minha vida e na construção do mundo? Nos santos Evangelhos Jesus ensina, em vários momentos, sobre vigiar, estar atento, viver esperando, não ser surpreendido, viver a hora. Todos estes textos são muito provocativos e mostram que a vida precisa s

O catecumenato na antiguidade.

A preparação para o batismo vem sofrendo variações no curso dos muitos séculos de existência da igreja. Tais mudanças ocorrem naturalmente, para acompanhar as transformações sociais e culturais a que vem sendo submetido o povo de Deus. Nos dias de hoje, o Catecismo da Igreja Católica, orienta que a preparação do catecúmeno deve guardar alguns elementos essenciais: o anúncio da palavra, o acolhimento do evangelho que traz consigo a conversão, a profissão de fé, o Batismo, a efusão do espírito santo e o acesso à comunhão eucarística. Na antiguidade, outra era a realidade. Segundo Hipólito de Roma (traditio Apostolica), o catecumenato podia durar até três anos e o neófito, tal como

Sacramento: “Sinal visível da graça invisível” – A eficácia sacramental

A eficácia Sacramental foi objeto de discussão entre Santo Agostinho e os donatistas (1). A controvérsia cingia-se no fato de que os donatistas, consideravam inválidos os sacramentos ministrados por sacerdotes que haviam praticado a apostasia (2) para livrarem-se da perseguição praticada pelo imperador Diocleciano no período de 303 a 305 d.C. Tal posicionamento era contrário ao da Igreja Católica que entendia que os traditores (3) poderiam voltar ao corpo da Igreja e Ministrar os sacramentos desde que o fizessem seguindo a liturgia corretamente. Para tanto, era desnecessário o rebatismo ou a re-ordenação. Em 311 d.C. os donatistas realizaram um movimento visando impedir a eleição do arce

Gregor Mendel: Monge agostiniano - Pai da Genética.

Todos os cristãos foram chamados à santidade, à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade. Mas, os caminhos são diferentes. Uns abraçam o matrimônio, outros seguem o sacerdócio. Há aqueles que escolhem viver na virgindade ou no celibato. Outros, professaram o estado religioso vivendo em comunidade de vida fraterna. De uns e de outros se compõe a Família Agostiniana ou Ordem Agostiniana, suscitada pelo Espírito Santo na Igreja como uma fraternidade apostólica, para seguir a Cristo e difundir a sua mensagem sob o ensinamento espiritual de Santo Agostinho. Todos os membros, cada qual na medida de suas possibilidades, devem prestar sua generosa ajuda para tornar realidade à intensa uniã

FREI LUCIANO NÚÑEZ : O chamado de Deus ao sacerdócio

Frei Luciano Núñez nasceu a 8 de junho de 1934, em Villamartín de la Abadia, Província de Léon, na Espanha. Em 1956 fez sua primeira profissão religiosa na Ordem de Santo Agostinho e foi ordenado presbítero a 19 de dezembro de 1959, em Madri. Em 1960, recém ordenado, foi destinado ao Brasil, para a Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Marechal Hermes, na cidade do Rio de Janeiro. Em fevereiro de 1961, foi transferido para o Colégio Santo Agostinho em Belo Horizonte, Minas Gerais. No período que esteve em Belo Horizonte formou-se em física pela UFMG. Em 1971, trabalhou novamente no Rio de Janeiro e, após um período na Espanha, no ano de 1980 volta definitivamente ao Brasil, trabalhando em Ma

Sínodo dos Bispos de 2018 “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”

A Igreja quer ouvir os jovens: saiba como colaborar com o Sínodo dos Bispos de 2018. Em 2018, será realizada a XV Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, com o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”. No processo de preparação, ocorre a fase de consulta, quando o povo de Deus pode enviar contribuições e respostas ao questionário disponibilizado pela Santa Sé. O bispo de Imperatriz (MA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Vilsom Basso, explica como os jovens brasileiros podem participar. A fase de consulta foi aberta após a publicação do documento preparatório, em janeiro deste ano. Este processo

Um profeta na Igreja do Brasil

Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia, que aos 89 anos, vive ainda naquele lugar aonde chegou em 1970, da Catalunha, na Espanha. História e profecia deixaram marcas “Pude encontrar o nosso caríssimo e tão amado bispo Dom Pedro Casaldaliga, um homem que marcou e ainda está marcando, com sua história, com sua profecia, a Igreja no Brasil e aquela região. Encontra-lo era também relembrar toda a história bonita da Igreja nesta região”. Com saúde debilitada, Dom Pedro Casaldaliga vive em sua comunidade religiosa, assistido por alguns freis, em uma casa na cidade de São Félix. Dificuldades em falar, mas lucidez total “Ele está bastante fragilizado por causa da idade e da doença de que s

Civilidade e respeito

Parece estar cada vez mais distante o tempo em que se investia em civilidade e urbanidade. Era comum, nos lares, ouvir os pais corrigirem seus filhos, valendo-se de expressões com tons de advertência: “cria modos”, “tenha compostura”. De modo semelhante, as escolas, instituições religiosas e culturais costumavam investir em processos formativos para que os alunos aprendessem as normas da boa convivência. Com o passar dos anos, esses necessários requisitos foram perdendo a importância, comprometendo os princípios de urbanidade que poderiam garantir processos relacionais qualificados e imprescindíveis para a civilidade. Não há dúvidas de que a qualidade na dimensão relacional de um povo é dete

Sacramento: “ Sinal visível da graça invisível”

A Sacramentalidade de Cristo e da Igreja Jesus Cristo, Sacramento de Deus. “ Jesus de Nazaré destaca entre todos os sinais de Deus que há no mundo: “ Aquele que me viu, viu ao pai” (Jo 14,9). Fala-se em Cristo como “sacramento original” a partir de um duplo ponto de vista. Do ponto de vista de Deus, porque sua humanidade é a única realidade criada que pode expressar totalmente quem é Deus e representar a comunhão plena de Deus com o homem e, do ponto de vista humano, porque sua pessoa é o único acesso da humanidade à salvação que Deus oferece: Pois há um só Deus e também um só mediador entre Deus e os homens, um homem Cristos Jesus” (1 Tm 2,5).” “não há outro sacramento de Deus (“mysterium D

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Província  Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS