Buscar
  • Cardeal Dom Cláudio Hummes

Um profeta na Igreja do Brasil


Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia, que aos 89 anos, vive ainda naquele lugar aonde chegou em 1970, da Catalunha, na Espanha.


História e profecia deixaram marcas


“Pude encontrar o nosso caríssimo e tão amado bispo Dom Pedro Casaldaliga, um homem que marcou e ainda está marcando, com sua história, com sua profecia, a Igreja no Brasil e aquela região. Encontra-lo era também relembrar toda a história bonita da Igreja nesta região”.


Com saúde debilitada, Dom Pedro Casaldaliga vive em sua comunidade religiosa, assistido por alguns freis, em uma casa na cidade de São Félix.


Dificuldades em falar, mas lucidez total


“Ele está bastante fragilizado por causa da idade e da doença de que sofre, claro, o incapacita na comunicação... ele tem certa dificuldade de falar, mas acompanha muito bem, está muito lúcido. Para mim foi uma experiência muito emocionante, muito forte, porque há muito tempo eu estava querendo encontrá-lo de novo, porque é claro que ele não consegue mais vir às nossas reuniões e assembleias. Tem sido um homem de referência para nós aqui no Brasil e não só no Brasil, por causa de sua luta que mora ali na região e onde ele sofreu muita perseguição, muitas ameaças de morte... no entanto, ele nunca teve medo. Sempre esteve à frente de seu povo, dando coragem, dando esperança, denunciando. No início teve também muitos problemas com as fazendas enormes aonde havia trabalho escravo. Ele denunciou isso muito fortemente e por isso foi perseguido bastante”.


Um legado que tem continuidade


“Isto marcou muito a sua Igreja, que não tem muita população, em toda a região são cerca de 150 mil habitantes, em cidades pequenas. São Felix fica à margem do rio Araguaia, e logo do outro lado fica a Ilha do Bananal, uma região indígena demarcada. Ali a prelazia tem trabalhado muito em favor de seus índios, assim como de toda a região da Prelazia, que é grande. Pouco povoada, porque há muitas fazendas, enormes, que vão aumentando o agronegócio”.


Dom Pedro, mesmo com dificuldade para falar, deixou dois recados importantes:


“Uma das palavras que a gente sempre entende quando ele fala, com a voz muito sumida, é ‘esperança’, que não percam a esperança. Ele acompanha, recebe as notícias do que está ocorrendo no Brasil”.


“Também outra palavra que me disse em um certo momento que era para dizer ao Papa Francisco que ele está plenamente apoiando o Papa em todo o seu trabalho. A gente via como ele está feliz com o Papa Francisco”.


Cardeal Dom Cláudio Hummes

(CM)

Cf. http://br.radiovaticana.va/

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Província  Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS