Para ti, Senhor, volto meus olhos


141


(140)


1 [Salmo de Davi.] Senhor, clamo a ti, corre em meu auxílio; escuta a minha voz quando te
invoco.


2 Que minha oração suba à tua presença como incenso, a elevação de minhas mãos como
sacrifício da tarde.


3 Põe, Senhor, uma guarda à minha boca, vigia a porta dos meus lábios.


4 Não deixes que meu coração se incline ao mal e pratique a maldade com os pecadores; que
eu não prove de seus manjares.


5 Que o justo me bata e o fiel me repreenda, mas que o óleo do ímpio não me perfume a
cabeça; entre suas maldades continuo minhas preces.


6 Estão entregues às severas mãos de seus juizes, eles que de mim ouviram palavras amigas.


7 Como a terra que se fende e se abre, seus ossos foram espalhados na porta do abismo.


8 Para ti, Senhor, meu Deus, estão voltados meus olhos; em ti me refugio, não deixes que
minha vida se perca.


9 Preserva-me do laço que me armaram, das ciladas dos malvados.


10 Que os ímpios caiam em suas próprias redes, enquanto eu escapo são e salvo.

S A L M O S

SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Província  Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS