O Senhor defende o pobre


140


(139)


1 [Ao maestro do coro. Salmo de Davi.]


2 Salva-me do homem mau, Senhor, defende-me de quem faz violência,


3 dos que tramam maldades no seu coração e todo dia provocam guerras.


4 Afiam sua língua como serpentes; têm veneno de víbora nos lábios.


5 Protege-me, Senhor, das mãos do ímpio, salva-me do homem violento: eles planejam me
fazer cair.


6 Às escondidas os soberbos me armam laços e estendem cordas como uma rede, põem
armadilhas no meu caminho.


7 Digo ao Senhor: “Tu és meu Deus; escuta, Senhor, a voz da minha prece”.


8 Senhor Deus, meu forte salvador, proteges minha cabeça no dia da batalha.


9 Senhor, não satisfaças os desejos do ímpio, não favoreças suas tramas.


10 Não levantem a cabeça os que me rodeiam, que recaia sobre eles o mal que me desejam.


11 Chovam sobre eles brasas acesas, caiam em abismos de onde não possam sair.


12 Que o caluniador não se instale sobre a terra, que a desgraça persiga o violento até destruílo.


13 Sei que o Senhor faz justiça ao oprimido e defende o direito do pobre.


14 Os justos louvarão o teu nome, os retos habitarão na tua presença.

S A L M O S

SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Vicariato Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS