LIVRO V (SALMOS 107-150)


Considerai as graças do Senhor


107


(106)


1 Aleluia! Louvai o Senhor, porque ele é bom, pois eterno é seu amor!


2 Assim digam os que o Senhor remiu, os que livrou da mão do opressor,


3 e que ele reuniu de vários países, do oriente e do ocidente, do norte e do sul.


4 Vagueavam na solidão do deserto, sem achar o caminho para uma cidade habitada;


5 sofrendo fome e sede, suas forças iam se acabando.


6 Na sua aflição, clamaram ao Senhor e ele os livrou de suas angústias.


7 Conduziu-os pelo caminho reto, para chegarem a uma cidade habitada.


8 Que louvem o Senhor por sua bondade e por suas maravilhas em favor dos homens.

9 Pois saciou quem tinha sede, e cumulou de bens os que tinham fome.


10 Jaziam nas trevas e na sombra da morte, prisioneiros de sofrimentos e de grilhões,


11 por se terem revoltado contra os oráculos de Deus e desprezado o desígnio do Altíssimo.


12 Ele humilhou o coração deles pelo sofrimento; ficaram abatidos e ninguém os socorria.


13 Na sua aflição, clamaram ao Senhor, e ele os livrou de suas angústias.


14 Tirou-os das trevas e da sombra da morte e quebrou seus grilhões.


15 Que louvem o Senhor por sua bondade e por suas maravilhas em favor dos homens.


16 Pois quebrou as portas de bronze e despedaçou as trancas de ferro.


17 Insensatos por causa de suas faltas, por suas culpas foram afligidos.


18 Rejeitavam qualquer comida e chegaram às portas da morte.


19 Na sua aflição, clamaram ao Senhor, e ele os livrou de suas angústias.


20 Enviou sua palavra para curá-los e preservá-los de descer ao túmulo.


21 Que louvem o Senhor por sua bondade e por suas maravilhas em favor dos homens.


22 Ofereçam sacrifícios de louvor e anunciem com júbilo suas obras.


23 Desceram ao mar em seus navios, para negociar na imensidão das águas.


24 Estes viram as obras do Senhor e suas maravilhas no oceano.


25 Com sua palavra mandou soprar um vento de tempestade que levantou as ondas.


26 Subiam até os céus, afundavam no abismo; suas almas titubeavam na desgraça.


27 Giravam, vacilando como bêbados, e toda sua perícia não valia nada.


28 Na sua aflição, clamaram ao Senhor, e ele os livrou de suas angústias.


29 Mudou a tempestade em brisa suave e as ondas do mar silenciaram.


30 Alegraram-se com a bonança e ele os conduziu ao porto desejado.


31 Que louvem o Senhor por sua bondade e por suas maravilhas em favor dos homens.


32 Que o exaltem na assembléia do povo e o louvem no conselho dos anciãos.


33 Mudou os rios em deserto e as fontes de água em terra seca,


34 a terra fértil em brejo salobre, por causa da maldade dos seus habitantes.


35 Mudou o deserto em lago, a terra seca em fontes de água.


36 Colocou lá os famintos, que fundaram uma cidade para morar.


37 Semearam campos e plantaram vinhas e recolheram com abundância seus frutos.


38 Abençoou-os e se multiplicaram muito, não deixou diminuir seu rebanho.


39 Mas depois foram reduzidos a poucos e humilhados sob o peso da desgraça e do
sofrimento.


40 Ele lança o desprezo sobre os príncipes e os faz errar no deserto sem caminho,


41 mas tira o pobre da miséria e torna numerosas como rebanhos as famílias.

42 Os justos vêem e se alegram, mas toda maldade deve fechar a boca.


43 Quem é sábio, observe isto e compreenda o amor do Senhor.

S A L M O S

SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Vicariato Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS