Invocarei o Deus altíssimo


57


(56)


1 [Ao maestro do coro. “Não destruas”. Poema de Davi. Quando fugiu de Saul na caverna.]

2 Piedade de mim, ó Deus, tem piedade, pois em ti me refugio; abrigo-me à sombra de tuas
asas até que passe o perigo.


3 Invocarei o Deus Altíssimo, Deus que me faz o bem.


4 Mande do céu para salvar-me, confundindo os meus perseguidores, Deus, mande sua
fidelidade e sua graça.


5 Eu me deito entre leões, que devoram a gente: seus dentes são lanças e flechas, sua língua
espada afiada.


6 Ó Deus, eleva-te acima do céu, sobre toda a terra se estenda a tua glória.


7 Armaram uma rede a meus pés, me humilharam; cavaram à minha frente uma fossa, mas
caíram nela.


8 Meu coração está pronto, ó Deus, meu coração está pronto. Quero cantar, a ti quero louvar:


9 desperta, minha glória, despertai, harpa e cítara, quero acordar a aurora.


10 Eu te louvarei entre os povos, Senhor, a ti cantarei hinos entre as nações,


11 porque tua bondade é grande até o céu, e tua fidelidade até as nuvens.


12 Ó Deus, eleva-te acima do céu, sobre toda a terra se estenda a tua glória.

S A L M O S

SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Vicariato Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS