Deus protege a cidade


46


(45)


1 [Ao maestro do coro. Cântico dos filhos de Coré. Para soprano.]


2 Deus é para nós refúgio e força, defensor poderoso no perigo.


3 Por isso não temos medo se a terra treme, se os montes desmoronam no fundo do mar.


4 Que se agitem espumando as suas águas, tremam os montes pelo seu furor.


5 Um rio com seus canais alegra a cidade de Deus, a santa morada do Altissimo.


6 Nela Deus está: não poderá vacilar, Deus vai socorrê-la, antes que amanheça.


7 As nações se amotinaram, os reinos se abalaram; ele trovejou, a terra se dissolve.


8 O Senhor dos exércitos está conosco, nosso refúgio é o Deus de Jacó.


9 Vinde e vede as obras do Senhor, ele fez prodígios sobre a terra.


10 Acabará com as guerras até nos confins da terra, quebrará os arcos e partirá as lanças,
queimará no fogo os carros de guerra.

11 “Parai! Sabei que eu sou Deus, excelso entre as nações, excelso sobre a terra.”


12 O Senhor dos Exércitos está conosco, nosso refúgio é o Deus de Jacó.

S A L M O S