A ti clamei e me curaste


30


(29)


1 [Ao maestro do coro. Cântico. Para a Dedicação do Templo. De Davi.]


2 Senhor, te exaltarei porque me livraste e não deixaste zombar de mim meus inimigos.


3 Senhor, meu Deus, a ti clamei e me curaste.


4 Senhor, tu me fizeste voltar do abismo, restituíste-me a vida para eu não descer à sepultura.


5 Cantai hinos ao Senhor, ó seus fiéis, rendei graças a sua santa memória;


6 porque sua ira dura um instante, a sua bondade, por toda a vida. Se de tarde sobrevém o
pranto de manhã vem a alegria.


7 Quando eu era feliz, eu disse: “Nada vai me fazer vacilar!”


8 Na tua bondade, Senhor, me fizeste mais firme que um monte; mas quando escondeste teu
rosto, eu fiquei conturbado.


9 A ti eu clamo, Senhor, a meu Deus peço socorro.


10 Que vantagem pode haver se eu morro, se desço à sepultura? O pó acaso poderá louvar-te
e proclamar tua fidelidade?


11 Atende, Senhor, tem piedade, Senhor, vem em meu auxílio.


12 Mudaste em dança meu lamento, minha veste de luto em roupa de festa.


13 para que meu coração cante sem cessar. Senhor, meu Deus, eu te louvarei para sempre.

S A L M O S

SOBRE NÓS

Somos Católicos Agostinianos Leigos, integrantes do  Núcleo Nossa Senhora das Graças - Rio de Janeiro - RJ -  Paróquia Nossa Senhora das Graças - Província  Nossa Senhora  da Consolação do Brasil

LOCALIZAÇÃO

Rua Capitão Rubens, 55 - Marechal Hermes  - Rio de Janeiro - RJ – Brasil

CONECTE-SE
  • Grey Instagram Icon

Instagram

Acesse também pelo

seu dispositivo móvel

© 2017 por Fraternidade Agostiniana Leiga - Núcleo Nossa Senhora das Graças - ARS