Tu, Senhor, nos proteges


12


(11)


1 [Ao maestro do coro. Na oitava. Salmo de Davi.]


2 ocorro, Senhor! Os bons estão acabando, está sumindo a lealdade entre os homens.


3 Falam mentiras uns com os outros, usam uma linguagem enganadora, de coração hipócrita.


4 O Senhor exterminará toda boca mentirosa, e a língua que fala com arrogância,


5 aqueles que dizem: “Por nossa língua somos fortes, o que falamos está em nosso poder;
quem é que manda em nós?”


6 “Por causa da miséria dos pobres, por causa do gemido dos necessitados agora me levanto”,
diz o Senhor; “levarei a salvação a quem a deseja”.


7 As promessas do Senhor são sinceras, como prata refinada, sete vezes depurada.


8 Tu, Senhor, nos proteges, para sempre nos livrarás dessa gente.


9 Os ímpios vagueiam por toda parte; e vai crescendo a vileza dos mortais.

S A L M O S